Zumbi nos deixou há um ano

Compartilhe;

Nesta sexta-feira, 8 de outubro, faz um ano que Elson Borges dos Santos, o Zumbi, partiu de repente, deixando um legado de luta e de muitas amizades. Zumbi tinha 54 anos e foi encontrado morto em casa, no assentamento rural em Paranacity, onde morava. Engenheiro agrônomo, foi secretário da Agricultura de Maringá, um dos fundadores da Cooperativa de Produção Agropecuária Vitória (Copavi) e era ligado à Agência de Desenvolvimento Regional do Extremo Oeste do Paraná. Ele integrou o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Zumbi morreu quando tentava entrar na carreira política. Nas eleições do ano passado, era candidato a vice-prefeito de Paranacity na chapa do PT, encabeçada por Antonio Soares, o Sacola.

“Meu camarada zumbi
Se as palavras não dão conta
Peço socorro ao poema
Recordo de sua teima
Contra o Capitalismo
Na escola nacional Ainda em Caçador
Foi quando te conheci,
Nossas tarefas da Escola
Os nossos jogos de bola
Quando o frio resolvia dar
um pouquinho de trégua.
Meu Camarada Zumbi,
Eu nunca disse pra ti,
Mas muito que aprendi
Tem a cor do teu sorriso.
Se a morte não tem sentido
Em gente como você,
Estarás sempre presente
E a luta segue em frente
No campo e na cidade,
E um dia não muito longe,
Nos festejos da vitória
Seu nome será cravado no Templo da Liberdade”
(*)

(*) Composição de Zé Pinto em homenagem a Elson Borges dos Santos (Zumbi).


Assista a homenagem feita a ele no programa do MST Comida de Verdade


Compartilhe;