Vereadores articulam criação de uma UPA Metropolitana

Compartilhe;

Um trabalho de mobiização política está sendo feito com o objetivo de viabilizar a construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Metropolitana no distrito de Iguatemi. A iniciativa envolve a vereadora Professora Ana Lúcia (PDT), que, ontem, acompanhada do presidente da Câmara de Maringá, Mário Hossokawa (PP), apresentou a ideia ao prefeito de Ourizona, também presidente do Cisamusep, Rodrigo Amado. Além de Ana Lúcia e Hossokawa, a discussão inclui também o vereador Onivaldo Barris (PSL). Socióloga de formação, professora aposentada da UEM, Ana Lúcia quer, à frente deste trabalho, aproveitar a experiência dela no Observatório das Metrópoles com planejamento regional, discussão e implantação de políticas públicas em municípios. Hossokawa, quando foi secretário de Desenvolvimento Regional de Maringá, na década de 1990, protagonizou a criação do Ciderma, um consórcio de Saúde na Região. Os cálculos são de que a UPA Metropolitana atenderia cerca de 54 mil pessoas, somando os moradores de Ourizona, Mandaguaçu e Maringá. Além de socorrer a população do distrito de Iguatemi, a Unidade atenderia, no caso de Maringá, moradores de bairros como os jardins Ouro Cola e Olímpico.


Compartilhe;