Toma posse amanhã a primeira procuradora da Mulher na Câmara de Maringá

Compartilhe;

A Mesa Executiva da Câmara Municipal de Maringá vai empossar, amanhã (15), a primeira procuradora da Mulher na história do Legislativo. A vereadora Professora Ana Lúcia Rodrigues (PDT) assumirá oficialmente a nova função durante a sessão ordinária, a partir das 9h30. Instituída por lei, esta procuradoria atuará em benefício da população feminina, gozando de autonomia e independência funcional, sem estar vinculada a outro órgão do Legislativo. Ela será constituída por uma procuradora da Mulher e uma procuradora adjunta, designadas pelo presidente da Casa, a cada dois anos, no início de cada legislatura. O mandato acompanhará a periodicidade da eleição da Mesa Executiva e o cargo será privativo de vereadora em exercício. A primeira procuradoria desta natureza no Brasil foi criada na Câmara Federal, em 2009. No Paraná, ela existe em 49 municípios, alguns ainda em período de instalação. Em Maringá, as mulheres representam 52% da população maringaense e 54% dos eleitores do município. Entre as tarefas da Procuradoria da Mulher estão, por exemplo, receber, examinar e encaminhar aos órgãos competentes denúncias de violência e discriminação contra a mulher, e sugerir, fiscalizar e acompanhar a execução de programas do Executivo que visem à promoção da igualdade de gênero. Caberá a ela também a implementação de campanhas educativas e antidiscriminatórias de âmbito municipal. Ana Lúcia (foto), 58 anos, é professora aposentada da Universidade Estadual de Maringá e exerce seu primeiro mandato no Legislativo. Ela e Cris Lauer (PSC) são as únicas mulheres entre os 15 vereadores da cidade. Antes delas, apenas 13 representaram a bancada feminina na Casa. A primeira vereadora de Maringá foi Sebastiana Costa Tobias (MDB). Eleita em 1968, ela compôs a 5ª Legislatura da Câmara, entre 1969 e 1973, época que a emancipação de Maringá não tinha mais que duas décadas. (com informações da Assessoria de Imprensa – CMM)


Compartilhe;