SindiSaúde vem a Maringá fazer mobilização pela greve

Compartilhe;

Foto: Blog Plural/Curitiba

Em greve desde o dia 8 de abril, servidores da Saúde no Paraná prometem intensificar o movimento nesta segunda-feira (25) em algumas cidades, entre elas Maringá. Utilizando carros de som, os sindicalistas devem percorrer algumas ruas da cidade para dar explicações à população. Ao meio dia, o veículo estará na frente da 15ª Regional de Saúde. A ideia é manter os funcionários mobilizados, ao mesmo em que será decidido o que será feito durante o mês. A direção estadual do SindiSaúde estará em Maringá até terça-feira. Os trabalhadores em greve pedem a reposição salarial em decorrência da inflação. São 6.742 servidores lotados na Secretaria de Saúde do Estado (Sesa). Segundo os organizadores da paralisação, a última atualização salarial de acordo com a inflação ocorreu em 2016, portanto há seis anos. Os grevistas também querem o fim de contratações terceirizadas, pagamentos de quinquênios e anuênios retroativos e gratificações. Devido ao período eleitoral, o governo pode sancionar qualquer reposição salarial somente até 3 de julho, segundo rege a Lei de Responsabilidade Fiscal.


Compartilhe;