Segunda votação para criar Conselho LGBT tem 21 emendas

Compartilhe;

A votação em segunda discussão do projeto criando o Conselho Municipal de Direitos LGBTI+, nesta quinta-feira, deve ser polêmica e marcada por embates, já que existem 21 emendas à matéria e apoiadores e críticos à implementação do colegiado se organizam para ir à Câmara de Maringá acompanhar a discussão. O Projeto de Lei Ordinária, enviado pelo Executivo, já que compete ao prefeito encaminhar proposta de criação de consehos municipais, foi aprovado por 10 votos a 3 na terça-feira, em primeira discussão. Duas emendas apresentadas pela vereadora Professora Ana Lúcia (PDT), uma supressiva e outra modificativa, mas sem altera a essência das atribuições do colegiado, foram votadas e aprovadas. A informação é que hoje o clima será menos ameno, pois representantes dos dois lados fizeram chamamento pelas redes sociais convocando presença na sessão, que começa às 9h30, com transmissão pelo canal do Youtube na Câmara.  


Compartilhe;