Sarandi entre as cidades que precisam melhorar distribuição de comida aos pobres

Compartilhe;

Sarandi é uma das 15 cidades onde o Tribunal de Contas do Paraná apontou falhas e imperfeições durante auditoria para saber as condições da distribuição de alimentos à população vulnerável. A fiscalização identificou cinco pontos que podem ser incrementados em quatro meses por meio de seis medidas sugeridas pelo TCE. Além da ausência de planejamento adequado de ações que visem assistir a população local em situação de vulnerabilidade, a inspeção constatou inadequação no nível de objetividade dos critérios elaborados para a distribuição dos benefícios socioassistenciais de alimentação; divulgação inadequada dos programas e critérios de distribuição destes benefícios; existência de barreiras de acesso aos mesmos; e ausência de controle adequado sobre a distribuição e a eficácia dos benefícios socioassistenciais. As demais prefeituras a quem foram direcionadas as recomendações de melhoria são as de Colombo, Espigão Alto do Iguaçu, Fernandes Pinheiro, Florestópolis, Itambé, Jaguapitã, Matelândia, Pontal do Paraná, Renascença, Rio Branco do Ivaí, Rolândia, Santa Terezinha de Itaipu, Santo Inácio e Tibagi.


Compartilhe;