Protesto contra a venda da Eletrobrás

Compartilhe;

Uma manifestação prevista para às 17h30 desta quarta-feira (12) vai demonstrar a insatisfação popular contra a venda da Eletrobrás. O protesto começa às 17h30, na frente do Congresso, em Brasília, onde ocorre a discussão sobre a privatização da estatal. Os organizadores pedem aos participantes que levem lanterna ou lamparina e cartazes. Lembrando que a Eletrobrás tem uma função regulatória, é ela quem garante o setor elétrico integrado, de tal forma que, se faltar água em Itaipu, as barragens do Nordeste por exemplo possam fazer a compensação desta escassez. Na mão do capital estrangeiro, a direção da Eletrobrás em Itaipu provavelmente se recusaria a mandar o excedente ao Nordeste, optando por vender o excedente ao Paraguai. Para o ex-ministro Ciro Gomes, a única coisa que interessa ao capital privado nisso é a manipulação do preço da tarifa. Segundo ele, será simplesmente uma tarifa definida pelo mercado, sem concorrência.


Compartilhe;