Prefeitura recua, suspende eventos e amplia toque de recolher

Compartilhe;

Decreto busca evitar cenas como esta nas ruas de Maringá

Seguindo a decisão do governo estadual divulgada na segunda-feira, a Prefeitura de Maringá recuou e voltou a suspender eventos, reuniões, celebrações e comemorações. Ficam liberados somente aqueles autorizados pelo Executivo até hoje, data de publicação do decreto 1.037/2021. O toque de recolher volta a valer das 22 horas às 5 horas do dia seguinte. Restaurantes, bares, lanchonetes, pizzarias, praças de alimentação de shoppings e afins deixam de funcionar de segunda à domingo até às 22 horas para abrir de segunda à sexta-feira até às 21 horas com 50% de ocupação. Dentre outras restrições, as academias de ginástica e similares, além de escolas de natação, devem fechar uma hora mais cedo, às 21 horas, de segunda à sexta-feira, permanecendo abertas até às 15 horas no sábado. Maiores beneficiados no afrouxamento das medidas anteriores, os shoppings centers agora não podem funcionar nos domingos e precisam baixar as portas também uma hora mais cedo, às 21 horas, de segunda à sábado. A mudança para o início da vigência do decreto evidencia a preocupação das autoridades públicas sobre o momento da crise sanitária. Ele deveria passar a valer na segunda-feira, mas entrará em vigor na sexta, 21. As medidas visam conter uma onda de novos casos de coronavírus em Maringá entre jovens, muitos dos quais vistos em grandes aglomerações nos bares e lanchonetes à noite perto da UEM.


Compartilhe;