Perigo à vista

Compartilhe;

O Sepro tem escritórios como este em todos os Estados

A segurança sobre os dados dos brasileiros e das instituições correm um sério perigo por conta da possível privatização de estatais importantes e estratégicas para o País como o Serpro e a Dataprev. É o que avalia por exemplo deputados da oposição ao governo na Câmara Federal. O questionamento ocorreu ontem durante reunião da Comissão Especial que analisa a PEC 32, da Reforma Administrativa. Nela estava presente o ex-presidente do Serpro e atual secretário Especial de Desburocratização Gestão e Governo Digital, Caio Mario Paes de Andrade, a quem foi dirigida a maior parte das perguntas. A Serpro é a maior empresa pública de prestação de serviços em tecnologia da informação do Brasil. Ela administra o maior banco de dados da União, que reúne informações críticas e sensíveis de todos os cidadãos brasileiros, incluindo CPF, CNPJ, CNH, certificação digital, entre outros.


Compartilhe;