Pedido o bloqueio de R$ 20 milhões em bens de Barros

Compartilhe;

Foto: Dida Sampaio/Estadão

O Ministério Público Federal pediu novamente que sejam bloqueados cerca de R$ 20 milhões em bens do líder do governo na Câmara Federal, deputado Ricardo Barros (PP). Também foi solicitado o bloqueio de bens de quatro servidores e ex-servidores do Ministério da Saúde e da empresa Global Saúde.

O pedido foi feito pela procuradora da República no DF Carolina Martins de Oliveira, ontem, dentro de uma ação de improbidade administrativa sobre supostas irregularidades na compra de remédios na gestão de Barros à frente do Ministério da Saúde durante o governo Michel Temer (2016 a 2018).

As irregularidades envolveriam a compra dos medicamentos para tratamento de doenças raras, com três pagamentos antecipados de quase R$ 20 milhões. Os remédios nunca foram entregues.


Compartilhe;