O sem máscara ameaçou a repórter sem medo

Compartilhe;

Após esta cena, a deputada Carla Zambelli (PSL) tirou a máscara em “apoio” a Bolsonaro

O piripaque do presidente da República em tiirar a máscara e, aos berros, mandar a repórter Laurene Santos, 27 anos, calar a boca, gerou manifestações das entidades da categoria, entre elas o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná. O Sindijor Norte PR se baseou em nota divulgada pelo sindicato da categoria no Estado de São Paulo (SJSP) e também repudiou a atitude de Jair Bolsonaro (sem partido), hoje, em Guaratinguetá. O destempero dele ameaçou ainda a saúde do repórter cinematográfico André Bias. “Essa Globo é uma merda de imprensa! Vocês são uma merda de imprensa! Cala a boca! Vocês são uns canalhas. Vocês fazem um jornalismo canalha”, disse. A repórter da TV Vanguarda (Globo) tinha questionado o presidente sobre ele ter chegado ao local sem máscara. Laurene vem recebendo apoio de anônimos e famosos do Brasil inteiro.

Laurene Santos, atacada por Bolsonaro

Compartilhe;