O homem que manda no Brasil

Compartilhe;

O deputado Artur Lira (PP) é o político que hoje manda no Brasil, com mãos de ferro. Depois que o presidente Bolsonaro beijou a mão do parlamentar alagoano para não ter o mandato cassado, Lira, à frente do fisiológico Centrão, passou a ser o todo poderoso na Câmara Federal. Ninguém tem dúvida disso. Governa ao estilo do ex-deputado carioca Eduardo Cunha, que nem bem deixou a presidência tomou o rumo da cadeia. A diferença é que Cunha não tinha a discrição de Lira, que, além de tudo, é muito mais “polido”, ao estilo de “dar o tapa e esconder a mão”. Á luz de tudo o que regimento da Casa autoriza ou não, ele comandou na semana passada a votação que aprovou o pacote de bondades de Bolsonaro. É o que pode sacudir as intenções de voto do presidente que até ontem era contrário a elevar o valor dos benefícios sociais. Lira segue no barco. Como diriam os habituês de bastidores do poder, “é o político profissional”. Como diria Maquiavel, ele tem a virtù e a fortuna.


Compartilhe;