“Não existe almoço grátis”: os mimos e festas para pediatras

Compartilhe;

A relação entre médicos e os grandes laboratórios fabricantes de remédios sempre foi e será questionada, é um assunto delicado, pois, como dizem os críticos desta prática, “não existe almoço grátis”. Pois, em Natal, na capital do Rio Grande do Norte, pediatras de várias partes do País foram recebidos, em maio, com mimos e dancinhas, no 40º Congresso da Sociedade Brasileira de Pediatria. Como mostra o site “The Intercept Brasil”, não foi só a festa do Alekito, promovida pela farmacêutica Mantecorp Farmasa para divulgar o antialérgico Alektos, que ofereceu diversão para os médicos. Um dia após a reportagem mostrando o questionável envolvimento da indústria farmacêutica com médicos e entidades representantes da categoria, o site recebeu mais imagens que demonstram “como as empresas conquistaram os corações e as mentes dos pediatras com mimos, almoços, Coca-Cola e McDonald’s”. Uma voz feminina, de uma suposta médica, revela que os presentes vão de livros e agendas, passando por bolsas de praia e malas de viagem, até lencinho desinfetante, álcool em gel, hidrante, boneca, hidratante nasal, amostras de medicamentos, comidinhas e vitamina D em gominha.


Compartilhe;