Município na região de Maringá precisa melhorar atendimento às escolas no pós pandemia

Compartilhe;

Foto: Fernando Moraes/Folhapress

Três cidades da região de Londrina e uma da região de Maringá estão sendo notificadas a implementar em dois a quatro meses medidas corretivas a fim de reduzir os impactos negativos decorrentes do pós-pandemia nas escolas dos municípios. A ideia é que, acatando as sugestões apresentadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), por meio de recomendações homologadas com as prefeituras, os gestores consigam assegurar o atendimento adequado aos estudantes, evitando também qualquer problema com o órgão.
Cada um dos 20 municípios fiscalizados apresentou ao menos uma de sete inadequações listadas durante a operação. Entre as cidades estão Bela Vista do Paraíso, Ibiporã e Tamarana, na região de Londrina, além de Terra Boa, a 70 quilômetros de Maringá.
Com população entre 15 mil e 70 mil habitantes, os municípios foram selecionados com base no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2019. A escolha recaiu sobre aqueles com as quatro melhores e as 16 piores notas.
Na vistoria, o TCE analisou a elaboração e cumprimento de protocolo de biossegurança para retorno às aulas presenciais; diagnóstico e acompanhamento individualizado dos alunos; oferta de aulas de reforço para diminuir a defasagem agravada pela falta do ensino presencial; medidas para evitar crianças fora da escola; ações de prevenção, identificação e encaminhamento de casos de problemas psicossociais em alunos e profissionais da educação agravados pela pandemia; e distribuição da merenda escolar.


Compartilhe;