Morre o professor e ex-locutor da UEM FM, Aguinaldo de Almeida

Compartilhe;

Morreu na madrugada desta quarta-feira (25) o professor e ex-locutor da Rádio UEM FM, Aguinaldo Cavalheiro de Almeida, de 48 anos. Ele seguia internado no Hospital Cajuru, em Curitiba, desde que foi espancado no dia 12 de março deste ano durante suposto assalto no Largo da Ordem, na capital. Conhecido por Guiga, o professor havia deixado a UTI há algumas semanas, mas seguia estável na enfermaria do hospital. Há alguns dias, chegou a abrir os olhos pela primeira vez, além de responder a alguns estímulos. Sobre as circunstâncias do crime, a polícia continua investigando. Não se sabe, por exemplo, se Aguinaldo teria reagido à abordagem dos dois homens. Ele teve a mochila e a bicicleta levados pelos ladrões. Um amigo chegou a ventilar a hipótese de que o professor tivesse sido espancado por grupos de intolerância, como neonazistas por exemplo.
Aguinaldo era militante político de esquerda. Ficou conhecido em Curitiba justamente por ter feito campanha pedalando uma bicicleta vermelha paramentada para a propaganda eleitoral. Chegou a concorrer a uma vaga de deputado estadual, em 2014, pelo PSOL.


Compartilhe;