Morre Irma Ferreira, 12 anos após falecimento do ex-prefeito Said

Compartilhe;

Irma na inauguração do terminal urbano, batizado com o nome do ex-marido. Foto/Prefeitura de Maringá

Morreu ontem à noite a ex-primeira dama de Maringá, Irma Badotti Ferreira, viúva do médico Said Ferreira, duas vezes prefeito de Maringá, falecido em 4 de julho de 2010 aos 76 anos.
As informações sobre a causa da morte de Irma não tinham sido divulgadas até à tarde desta terça-feira (12). A última vez que ela participou de evento público foi há dois anos. Ao lado de familiares, amigos e autoridades, acompanhou o prefeito Ulisses Maia (PSD) na inauguração do Terminal Urbano de Maringá, cujo nome homenageia o ex-prefeito.
Irma conheceu Said em Laranjeiras do Sul, onde se casaram em 1958, um ano após ele se formar em Medicina. Residiram em Atalaia e se mudaram para Maringá, onde Said se destacou como médico, comprou um terreno na região conhecida como centro médico, centro, e construiu o Hospital São Marcos. Depois, construiu também um dos primeiros edifícios da cidade, o Atalaia. Irma Ferreira e o ex-prefeito tiveram cinco filhos: Alexandre, Vinícius, Paulo Eduardo, Lígia e Marcos Victor. Ela tinha 82 anos.


Compartilhe;