Maringaenses farão “o grito dos excluídos” no 7 de setembro

Compartilhe;

Com bordões de “Fora, bolsonaro e Mourão!”, “pelo fim da carestia e da fome!” e “em defesa da democracia e da soberania!”, diversos sindicatos e partidos políticos promoverão amanhã (feriado), às 14h30, na praça Raposo Tavares, centro de Maringá, o “Grito dos Excluídos”. É um manifesto de indignação pela crise do País, ao mesmo tempo um questionamento sobre a verdadeira independência para os brasileiros 200 anos após o acontecimento ocorrido às margens do rio Ipiranga. No convite público ao ato, os organizadores assinalam que 6 em cada 10 famílias vivem em insegurança alimentar. “Não há DEMOCRACIA nem SOBERANIA nacional num país em que mais de 33 milhões passam fome e mais de 15 milhões estão desempregados. Não há PÃO, não há TRABALHO e não há TETO para o nosso povo! É hora de derrotar essa política de extermínio!”, descreve o texto.


Compartilhe;