Maringá registra 15 casos diários de violência contra a mulher

Compartilhe;

A Delegacia da Mulher de Maringá registra cerca de 15 boletins de ocorrência por dia. De janeiro a abril desse ano foram feitos 1.761 boletins, o que representa um aumento de mais de 50% em relação ao mesmo período do ano passado, cujos registros somaram 1.131. Esses dados refletem o aumento da violência de gênero na cidade e estarão no centro de um debate online hoje à noite, organizado pela subseção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O evento terá a participação da procuradora da Mulher da Câmara Municipal de Maringá, vereadora Professora Ana Lúcia Rodrigues (PDT).

Ela vai vai explicar a importância da repartição na rede de proteção às mulheres. Em 2020, a DM registrou 3.058 boletins. Se for mantido o mesmo ritmo neste ano, com cerca de pouco mais de 440 por mês, chegaremos ao final de 2021 com mais de 5 mil ocorrências, englobando desde crimes sexuais, agressão, ameaça, entre inúmeros outros. O debate começa às 19 horas, com transmissão ao vivo pelo Canal da OAB Maringá no Youtube. O público poderá tirar dúvidas a respeito do tema, enviando perguntas nos comentários da plataforma durante a live.


Compartilhe;