Maior sistema de saúde pública do mundo faz 34 anos

Compartilhe;

O hospital universitário da UEM atende exclusivamente pelo SUS

Neste 17 de maio, celebramos os 34 anos da criação do Sistema Único de Saúde (SUS) pela Assembleia Nacional Constituinte. Nenhuma nação do planeta tem um sistema de saúde pública deste tamanho. Graças ao SUS, a população brasileira, especialmente a mais pobre, consegue ter acesso a atendimento médico de graça, ainda que com alguma dificuldade. O fato é que o Sistema foi preponderante para que, na pandemia da Covid, muitas, mas muitas vidas mesmo, fossem salvas. Profissionais do SUS, das mais diversas instituições espalhadas pelo Brasil, estiveram na linha de frente no combate à doença que levou mais de 600 mil vidas. Este é o número oficial, mas se fala em um número três vezes maior. Não fosse o SUS e o emprego da ciência, o negacionismo e seus asseclas tinham conquistado mais terreno, sob a tutela do presidente da República. O 17 de maio de 1988 foi o dia em que os constituintes tomaram a decisão de criar o SUS, no âmbito da Assembleia Nacional Constituinte. Por outro lado, a data de 19 de setembro marca o dia da promulgação da Lei nº 8.080, de 1990, que regulamentou as ações e os serviços do Sistema Único de Saúde em todo o País. As duas datas, portanto, podem ser consideradas marcos de criação do SUS. Antes do surgimento deste Sistema, apenas os que tinham registro em carteira tinham direito a algum tipo de assistência. A grande maioria da população ficava à mercê de instituições filantrópicas, religiosas e às santas casas.


Compartilhe;