Lewandowski será relator na ação de Ricardo Barros contra a CPI

Compartilhe;

Foto: Portal D’Ponta News

O ministro do STF, Ricardo Lewandowski, foi sorteado para relatar o mandado de segurança apresentado pelo deputado federal Ricardo Barros (PP), líder do governo na Câmara, contra a CPI da Covid. O maringaense (foto) quer que o Supremo mantenha o depoimento dele na Comissão em 8 de julho, quinta-feira. A alegação do deputado é de que a CPI tem atrasado sua defesa, dando tempo para que aconteçam ataques contra a honra dele. Barros foi citado pelo também deputado federal Luís Miranda (DEM) de que seria o político mencionado pelo presidente quando Bolsonaro foi informado do suposto esquema de corrupção na compra da vacina indiana Covaxin dentro do Ministério da Saúde. O presidente teria dito a Miranda que o esquema deveria ser “rolo” de seu líder. E como não comunicou isso à Polícia Federal, Bolsonaro está sendo processado por prevaricação.


Compartilhe;