Juiz dá 48 horas para Estado explicar redução de vacina para Maringá

Compartilhe;

O juiz Frederico Mendes Junior, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Maringá, deu 48 horas para que o governo do Paraná se manifeste sobre a ação protocolada pela Prefeitura Municipal exigindo a distribuição justa de vacinas contra a Covid-19. A ação ordinária de obrigação de fazer com tutela de urgência foi ajuizada ontem. O município busca receber um número de vacinas contra a Covid proporcional à população, como ocorria até 24 de junho. O prazo dado pelo magistrado é para que a Secretaria de Estado da Saúde (15ª Regional de Saúde) apresente os motivos pelos quais a remessa de vacinas para Maringá foi reduzida, se houve troca de critérios na distribuição e, existindo, quais são eles. A informação é do Blog do Rigon.


Compartilhe;