Jornalista de Londrina é agredido em ato de apoio a Bolsonaro

Compartilhe;

O jornalista Silvano Brito, repórter da TV Tarobá (Bandeirantes), sofreu agressões ontem durante a manifestação de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). As ocorrências se deram quando o profissional estava no exercício da função cobrindo os atos na PR-445, em Londrina. Em duas entradas ao vivo, Brito foi intimidado, interrompido e ofendido verbalmente.

Na primeira situação, um manifestante sem máscara, ao ser questionado porque não usava o item de segurança contra a a Covid-19, dirigiu palavrões e termos de baixo calão ao jornalista. De forma amistosa, Brito tentou contornar a situação, quando foi novamente xingado.

Em uma segunda entrada ao vivo, outro manifestante tentou impedir o trabalho do jornalista ao acreditar que a entrevista estaria sendo gravada e seria, posteriormente, editada. O homem desqualificou o trabalho da mídia que está fazendo a cobertura dos protestos.

Em nota, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná (Sindijor Norte PR) repudiou as agressões. Para a entidade, “mais uma vez os apoiadores do atual governo manifestam total desconhecimento sobre o trabalho da imprensa, desprezo pelo estado democrático de direito e desdém frente à realidade que vivemos”. O sindicato manifesta total apoio ao jornalista e rechaça qualquer manifestação que vá contra a democracia e a liberdade de imprensa.


Compartilhe;