Impeachment e cobrança por vacinas dominaram protesto local

Compartilhe;

Foto: Valdete da Graça

Centenas de manifestantes saíram novamente às ruas de Maringá neste sábado em mais um ato para pedir a saída imediata do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do vice Hamilton Mourão (PRTB). Desta vez, o protesto ganhou reforço de um grupo de trabalhadores sem terra da cidade de Peabiru. Os manifestantes deixaram a praça Raposo Tavares, local da concentração, percorreram as avenidas Tamandaré, Brasil e Getúlio Vargas até chegar à Praça Renato Celidônio (Convivência), ao lado da Prefeitura Municipal. O ato foi convovado pela Articulação Poder para o Povo – Maringá e Região, uma frente ampla que reúne de sindicatos a entidades estudantis e partidos políticos. E fez parte de um movimento nacional que hoje registrou manifestações em mais de 400 cidades, das quais 22 capitais brasileiras, além de protestos em 15 países. Em todos os atos, além do impeachment de Bolsonaro e Mourão e de cobrança por mais vacinas contra a Covid, houve pedido pelo fim da corrupção na compra de vacinas e o fim das privatizações sem consulta prévia à população.

Foto: Valdete da Graça
Foto: Valdete da Graça
Foto: Valdete da Graça
Foto: Breno Thomé Ortega
Foto: Valdete da Graça
Foto: Valdete da Graça
Foto: Valdete da Graça


Compartilhe;