Hoje tem ato político na Catedral para defender a diversidade

Compartilhe;

Vinte e uma entidades, entre partidos, sindicatos e movimentos estudantis organizam neste domingo, às 15 horas, na praça da Catedral, um ato em defesa da vida da comunidade LGBTQIA+ para pedir também a saída de Bolsonaro e Mourão, com arrecadação de alimentos, roupas e produtos de higiene para a Casa de Missão Amor Gratuito, de Sarandi. Estão previstas manifestações artísticas. O ato faz parte da luta política desta comunidade em todo o mundo, em junho, e antecipa a comemoração alusiva ao Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, celebrado oficialmente amanhã, 28. O Brasil alcança o primeiro lugar em mortes de pessoas transgênero no mundo. Instituição a ser beneficiada na arrecadação de hoje, a Casa de Missão Amor Gratuito é um projeto voluntário que atende jovens e adultos em situação de vulnerabilidades e risco social, entre eles heterossexuais, homossexuais, lésbicas, transgêneros, intersexuais e bissexuais. Com a pandemia o abrigo enfrenta dificuldades em cobrir suas despesas e garantir o funcionamento.

kit da criação de Iza Bombo

Para contribuir com a causa, a arquiteta urbanista Izabela Bombo Gonçalves desenvolveu um trabalho artístico de colorir a Catedral. A escolha se deu porque ela entende a igreja como um edifício que faz parte da vida e memória da população maringaense, independentemente de cor/raça, etnia, classe ou crença. Iza montou os kits “Maringá Orgulhosa”, compostos por pins, bottons, adesivos, bandeiras e prints ilustrados com a Catedral. Todo o lucro das vendas será doado à Casa de Missão. Alguns produtos estarão disponíveis para compra na manifestação de hoje à tarde. A arquiteta atua de forma independente, com experiência na produção de projetos urbanos, arquitetônicos e de interiores, desenvolvimento de logomarcas, linguagem e comunicação visual, ilustrações e trabalhos artísticos.


Compartilhe;