Exclusivo: Regina Célia, a fiscal nomeada por Ricardo Barros

Compartilhe;

O blog conseguiu com exclusividade a foto de uma das personagens mais comentadas no Brasil: Regina Célia Silva Oliveira. Funcionária nomeada no Ministério da Saúde, por indicação do líder do governo na Câmara Federal, deputado Ricardo Barros (PP), ela teria autorizado a importação da vacina Covaxin. A informação de que partiu dela a ordem para a compra irregular do imunizante indiano foi do servidor de carreira do MS, Luis Ricardo Miranda, em depoimento na CPI da Covid. A prerrogativa pela permissão era do funcionário. Ela era a fiscal do contrato no Ministério para o negócio com a empresa brasileira Madison, representante da vacina no País. Portaria publicada no Diário Oficial da União no dia 19 de fevereiro de 2018, quando Barros era ministro da Saúde (governo Temer), mostra a nomeação da funcionária para a função comissionada de assistente técnica na Secretaria de Vigilância em Saúde. A CPI deve convocar Regina para depor na sexta-feira.


Compartilhe;