Evento debate a violência patrimonial contra a mulher

Compartilhe;

A ONG “Maria do Ingá Direitos da Mulher” promove na próxima terça-feira (22) a live com o tema “Características e consequências da violência patrimonial contra a mulher”. O evento, com a mediação da coordenadora de imprensa e divulgação da entidade, Tânia Tait, terá início às 19h30 pelo Facebook da ONG. O tema será tratado pelas advogadas Claudete Gomes e Alana Marquezini e pela psicóloga Aline Pessuti. A Lei Maria da Penha, nº 11340/2006, tipifica cinco tipos de violência doméstica e familiar contra a mulher: física, psicológica ou emocional, sexual, moral e patrimonial, todas consideradas crimes. Pela Lei, a violência patrimonial é entendida como qualquer conduta que configure retenção, subtração, destruição parcial ou total de seus objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos ou recursos econômicos, incluindo os destinados a satisfazer as necessidades da vítima. Mas, ela ainda não é compreendida como um tipo de violência que configura um crime contra a mulher e pode causar danos patrimoniais e emocionais.


Compartilhe;