Estudante com sequelas da meningite precisa de ajuda

Compartilhe;

A família do estudante Felipe Ferminiano (foto), de 13 anos, está precisando de ajuda para os cuidados necessários ao adolescente pós alta hospitalar. Aluno do Colégio Estadual Tomaz Edison de Andrade Vieira, no Conjunto Borba Gato, em Maringá, ele está hospitalizado desde o dia 28 de março devido a uma meningite. O estudante chegou a passar 30 dias na UTI, mas ficou com abcessos no cérebro. A expectativa é que nas próximas semanas ele receba alta médica. Infelizmente, a doença deixou graves sequelas. Felipe perdeu a visão de um olho, teve necrose na parte esquerda do cérebro e, por isso, não se movimenta, não segura o pescoço e não come. O caminho é longo. Ele vai precisar que sejam feitas adaptações no ambiente em que mora. A família iniciou uma ação entre amigos e, no mesmo dia, conseguiu a doação de cadeiras de banho e de rodas e tem a promessa de ganhar uma cama hospitalar. Mas, a ação continua porque será necessário comprar outros materiais como fraldas tamanho G, medicamentos e dispositivos. Por causa da alta demanda imposta pela Covid-19, alguns equipamentos estão bem escassos para locação. Daí o motivo de a família ter começado a campanha pela compra ou doação. A ajuda fnanceira pode ser feita por depósito via Pix (chave 4498441-1006). O titular é Genilson Luiz, pai do estudante.


Compartilhe;