Em vez de dedo teremos armas em riste

Compartilhe;

Se a campanha pelo armamentismo ganhar R$ 1 bilhão da Lei Rouanet, conforme sugeriu André Porciuncula, então secretário nacional de Incentivo e Fomento à Cultura, no dia 28 de março, é de se supor que muitos brasileiros, já armados até os dentes, ficarão muito mais assanhados em ganhar poder de fogo, literalmente. Vamos chegar a um ponto de qualquer discussão de trânsito ser resolvida à bala. Dá até para imaginar que um bate-boca mais acalorado no condomínio em vez de terminar em dedos em riste vai terminar em revólveres nas narinas alheias. Degradação maior não há. É o fundo do poço. E as instituições observando!


Compartilhe;