Em debate, a ética jornalística em tempos de pandemia

Compartilhe;

Dois dos maiores jornalistas investigativos do Brasil na atualidade, um deles também professor universitário, e outro professor e pesquisador da área, participarão de uma live na quarta-feira (28) à noite a convite do Sindicato dos Jornalistas do Paraná (Sindijor-PR), numa ação integrada com mais três entidades de defesa da categoria, dez cursos de graduação e um de pós-graduação em jornalismo.

Ao pensar o evento, a Comissão de Ética do Sindijor PR, que está à frente da organização, planejou um bate-papo entre profissionais e pesquisadores para debater a ética jornalística em tempos de pandemia.

Uma das convidadas é Patrícia Campos Mello, repórter da Folha de S. Paulo e autora do livro “Máquina do ódio”. O outro é Mauri König, professor do Centro Universitário Internacional (Uninter) em Curitiba e jornalista investigativo multipremiado. O terceiro convidado é Rogério Christofoletti, professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e pesquisador especialista em ética jornalística. A mediação ficará a cargo da presidenta da comissão, Lenise Klenk, professora da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Paraná e jornalista com passagens pelo Jornal do Estado, Gazeta do Povo e Rádio CBN.

O debate terá transmissão ao vivo pelo Facebook do Sindijor-PR, a partir das 19 horas. O acesso será público e os espectadores também poderão participar fazendo com comentários e formulando perguntas aos debatedores.

São parceiros na organização a Comissão Nacional de Ética da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), o Sindicato dos Jornalistas do Norte do Paraná, a Associação Brasileira de Ensino do Jornalismo (Abej) e os cursos de graduação em jornalismo da PUC/PR, UFPR, Uninter, UEL (Universidade Estadual de Londrina), Uninta (Centro Universitário Inta), UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa), Unisecal (Centro Universitário Santa Amélia), FAG (Centro Universitário Fundação Assis Gurgacz), UP (Universidade Positivo) e da UTP (Universidade Tuiuti do Paraná), além do mestrado em Jornalismo da UEPG.


Compartilhe;