Eis um livro apropriado para os dias atuais

Compartilhe;

Chega às livrarias, com tradução para o português, o livro “Galileu e os negadores da ciência”, de Mario Livio, astrofísico israelense. A obra foi lançada no dia 7 de junho e nela o autor reconstitui a trajetória intelectual do cientista italiano. A história de Galileu Galilei é um terrível antecedente do que vivemos hoje por exemplo no que se refere à crise climática ou ao combate à Covid-19. A ciência, mais uma vez, é equivocadamente questionada e ignorada. Quatrocentos anos atrás, Galileu enfrentou o mesmo problema. Suas descobertas, baseadas em observação cuidadosa e experimentos engenhosos, contradiziam o senso comum e os ensinamentos da Igreja Católica à época. Como retaliação, em um ataque direto à liberdade de pensamento, seus livros foram proibidos pelas autoridades eclesiásticas. Um pensador livre, que seguia as evidências, Galileu foi uma das figuras de maior destaque da Revolução Científica. Acreditava que toda pessoa deveria aprender ciência, assim como literatura, e insistia em buscar o maior público possível para suas descobertas, publicando seus livros em italiano, em vez de latim. Galileu foi julgado por se recusar a renegar suas convicções científicas. Ficou para a história como um herói e uma inspiração para cientistas e para todos aqueles que respeitam a ciência, e que, como Mario Livio nos lembra, seguem ameaçados até hoje. Livio é físico e matemático formado pela Universidade Hebraica de Jerusalém, Ph.D. em astrofísica pela Universidade de Tel Aviv. Chefe da divisão científica responsável pelo telescópio espacial Hubble, coordena pesquisas em cosmologia e astrofísica. É autor de The Accelerating Universe, The Equation That Couldn’t Be Solved entre outros. O livro sai pela Editora Record, custa de R$ 50 a R$ 59,90 no formato impresso em em torno de R$ 39,00 como e-book.


Compartilhe;