Dossiê inclui pecuarista de Presidente Prudente na equipe que comanda desmonte da Funai

Compartilhe;

Foto: Isac Nobrega/PR

Fundador da União Democrática Ruralista (UDR), da qual é o presidente, o pecuarista Luiz Antônio Nabhan Garcia (foto), de Presidente Prudente, aparece num dossiê inédito como um dos três homens responsáveis por colocar a Fundação Nacional do Índio (Funai) contra os povos indígenas. A notícia foi divulgada com exclusividade, ontem, pelo site investigativo The Intercept Brasil.
É um documento de 172 páginas produzido por Leila Saraiva, antropóloga do Instituto de Estudos Socioeconômicos, o Inesc, reponsável pelo estudo junto com a ONG Indigenistas Associados, a INA. O dossiê será publicado em breve, esclarecendo o processo de aparelhamento e desmonte da Funai.
O que o dossiê explica, segundo o site, são os bastidores e o planejamento da “Nova Funai”, uma engenharia baseada na distorção de conceitos para desmontar a Fundação. Nesta distorção de conceitos, ‘dignidade da pessoa humana’ (ou autonomia) passa a expressar o mesmo que empurrar as terras e comunidades indígenas para a exploração econômica por terceiros; ‘pacificação de conflitos’ se torna trabalhar a favor dos interesses de não indígenas; e ‘segurança jurídica’ passa a significar desmontar por dentro o aparato de proteção dos direitos indígenas para possibilitar que isso tudo ocorra”.
Além de Nabhan, são citados como produtores da bomba-relógio o presidente da Funai, Marcelo Xavier, que é delegado da Polícia Federal; e o chefe da Procuradoria Federal Especializada da Advocacia-Geral da União (AGU), Álvaro Simeão. Nabhan é amigo pessoal do presidente Jair Bolsonaro (PL), ocupando hoje o cargo de secretário Especial de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
Aos 63 anos, tem fazendas em São Paulo e Mato Grosso do Sul, e se tornou conhecido pelos embates travados com os sem-terra no Pontal do Paranapanema, no oeste paulista, entre os anos de 1990 e 2010. Em 2006, o pecuarista tentou (sem sucesso) se eleger deputado federal.


Compartilhe;