Dentistas enriqueceram trabalhando metade da jornada, denuncia MP

Compartilhe;

Dois dentistas de Marialva estão sendo acusados pela 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de estarem trabalhando menos que a jornada pela qual foram contratados na prefeitura do município. Pelo cálculo do Ministério Público, os danos ao erário são de 1.169.962,61 e R$ 1.185.111,02, respectivamente, em valores atualizados. O MP ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra eles. Segundo a promotoria, desde 1995 os servidores da prefeitura, aprovados em concurso público, têm cumprido jornada de trabalho de 10 horas semanais, quando deveriam trabalhar 20 hs semanais. O Ministério Público sustenta que os dois profissionais teriam enriquecido ilicitamente. A promotoria pede ainda liminarmente à justiça que se bloqueie os bens dos réus nos montantes recebidos indevidamente. Os nomes dos dentistas não foram divulgados. O processo é o de nº 0001626-53.2021.8.16.0113.


Compartilhe;