CPI vota hoje convocação de Barros

Compartilhe;

Foto: Gabriela Biló/Estadão

A CPI da Covid vai votar hoje o pedido do senador Alessandro Vieira (Cidadania) para convocar o líder do governo na Câmara, deputado federal Ricardo Barros (PP). O requerimento solicitando a convocação foi apresentado à Comissão assim que Barros foi citado como suposto articulador do esquema para a compra irregular da vacina Covaxin. A urgência e relevância da convocação ganhou novos contornos com a divulgação, ontem à noite, de que Roberto Ferreira Dias teria cobrado propina para fechar a compra da AstraZeneca pelo Ministério da Saúde. Dias trabahou no governo de Cida Borghetti, esposa de Barros, no Paraná e teria chegado ao cargo de diretor de Logística do Ministério pelas mãos do ex-deputado Abelardo Lupion (DEM-PR) e do deputado maringaense, sendo nomeado na gestão do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM). Barros nega que o servidor tenha sido indicado por ele.


Compartilhe;