Comando da AB InBev troca de mãos após 15 anos

Compartilhe;

O catarinense Michel Doukeris será o novo presidente-executivo da AB InBev, a maior fabricante de cervejas do mundo, controlada por três brasileiros. Ele passa a comandar a empresa a partir de julho, em substituição a Carlos Brito, no cargo há 15 anos. Nascido em Lages, Doukeris tem 47 anos, comandou a área de refrigerantes na América Latina e foi presidente da companhia na China e depois na América do Norte. A multinacional é dona das marcas Budweiser, Corona, Stella Artois, Leffe, Hoegaarden, Skol, Brahma, Antártica, entre outras. Emprega cerca de 180 mil pessoas, opera em mais de 100 países e lucrou, somente no primeiro trimestre deste ano, de quase U$ 600 milhões. Símbolo do capitalismo mundial, a AB InBev já enfrentou problemas no passado em razão da maneira pouco ortodoxa como imprime ritmo de trabalho a seus executivos, com métodos às vezes questionáveis, atrelados ao cumprimento de metas. Seus proprietários costumam dizer que para trabalhar na empresa é preciso ter brilho nos olhos e a faca nos dentes.


Compartilhe;