Câmara decide pôr acrílico após secretária e deputado testarem positivo

Compartilhe;

A Câmara Municipal de Maringá vai instalar divisórias de acrílico no plenário da Casa, sobre as mesas dos vereadores, para intensificar os protocolos no enfrentamento à Covid-19. A decisão será tomada porque ao menos duas pessoas testaram positivo para a doença após terem participado, sábado, na Câmara, da audiência pública sobre o pedágio. Uma é a secretária municipal de Educação, Tânia Corredato Periotto, e a outra é o deputado estadual Do Carmo (PSL). Os dois também participaram da cerimônia de recepção ao ministro da Educação, Milton Ribeiro, no mesmo dia, pela manhã, na Unicesumar. Para o presidente do Legislativo, Mário Hossokawa (PP), a chegada da variante indiana do novo coronavírus ao Brasil, mais transmissível e letal, é outro fator determinante para a instalação das divisórias.


Compartilhe;