Ao vacinar o filho, mãe não contém a emoção

Compartilhe;

Uma cena gerou comoção ontem em Maringá durante a campanha de vacinação contra a Covid-19. A auxiliar de Enfermagem Sandra Regina não conteve as lágrimas ao aplicar a 1ª dose do imunizante no filho, Jozé Vitor, de 24 anos. Quando terminou de dar a vacina no braço esquerdo do rapaz, ela disse “emoção, emoção!. Muita emoção na vacina. Vacina sim!”. E mostrando a agulha e a seringa vazia para a câmara, completou: “Dose, dose feita! Meu filho amado, querido! Deus ti abençoe!”. Sandra trabalha na Unidade Básica de Saúde (UBS) Tuiuti. São 21 anos atuando no local, dedicados a elevar o nome do Sistema Único de Saúde (SUS) e torná-lo sinônimo de confiança, eficiência e seriedade. Assista ao vídeo.


Compartilhe;