Aguinaldo segue em estado grave, segundo blog de Curitiba

Compartilhe;

O hospital Cajuru emitiu uma nota ontem à tarde informando que o quadro clínico do professor Aguinaldo Cavalheiro de Almeida, de 48 anos, segue grave, embora estável. A notícia é do blog Plural, de Curitiba, segundo o qual o ex-locutor da rádio UEM FM, conhecido por Guiga, foi vítima de um assalto e agressão física no Largo da Ordem, na capital paranaense, sábado passado.
Por ora, não há informações mais detalhadas sobre se Aguinaldo teria reagido. Ele teve a mochila e a bicicleta levados pelos ladrões. Um amigo dele, morador em Maringá, chegou a ventilar a hipótese de que o professor tivesse sido espancado por grupos de intolerância, como neonazistas por exemplo.
O fato é que até o final da tarde nenhum inquérito policial tinha sido aberto, o que deveria ocorrer nas próximas horas assim que a mãe de Aguinaldo registrasse boletim de ocorrência na delegacia de polícia.
Ela mora em outro Estado chegou a Curitiba também ontem para acompanhar a situação do filho. O professor continua aos cuidados de terapia intensiva. Conforme o blog curitibano, ele chegou a pedir ajuda a uma outra pessoa após a confusão. A testemunha disse ao Plural que o ex-locutor foi agredido por três homens.
Aguinaldo é militante político de esquerda. Ficou conhecido em Curitiba justamente por ter feito campanha pedalando uma bicicleta vermelha paramentada para a propaganda eleitoral. Chegou a concorrer a uma vaga de deputado estadual, em 2014, pelo PSOL (e não pelo PSTU, conforme havia divulgado este blog)


Compartilhe;