Agente público terá curso da UEM para melhor acolher à mulher

Compartilhe;

Foto: Daniel Castellano

A UEM vai capacitar servidoras e servidores públicos para que se tornem melhor qualificados no atendimento às mulheres em situação de violência no município. Parceria neste sentido foi formalizada na sexta-feira entre a universidade e a Prefeitura de Maringá por meio da Secretaria da Mulher de Maringá (SeMulher). A capacitação de que trata o termo de cooperação técnica será oferecida por curso de extensão a ser promovido no dia 9 de agosto pelo Núcleo de Educação a Distância (Nead) da universidade. As inscrições estão abertas. Poderão se inscrever todos que trabalham no setor público e que atendem mulheres em situação de violência da área de saúde, assistência social, Guarda Municipal, secretarias municipais de Maringá, Instituto Médico Legal (IML), Delegacia, escritórios regionais, conselhos tutelares, Judiciário, profissionais e alunos da UEM. A Diretoria de Extensão da universidade emitirá certificado de participação. Estão envovidos no projeto o Fórum Maringaense de Mulheres, Núcleo de Estudos e Pesquisas em Diversidade Sexual (Nudisex), Comissão de Estudos sobre Violência de Gênero (Cevige, da subseção da OAB), Associação Maringaense de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (AMLGBT), ONG Maria do Ingá Direitos da Mulher, Instituto de Mulheres Negras Enedina Alves Marques e a Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB local.


Compartilhe;