• A LGU contra as universidades: a ameaça é real e o desespero também
    Considerada pelos sindicatos e pelas entidades representativas dos professores, agentes universitários e alunos como a mais brutal ameaça às universidades estaduais paranaenses, está em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado a proposta da Lei Geral das Universidades (LGU), enviada pelo governador Ratinho Junior (PSD).O assunto é tão grave que o Conselho Universitário (COU) da UEM se reúne amanhã (9), de urgência, para discutir a questão. Será no Restaurante Universitário. Foram convidados os conselhos de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP), de Administração (CAD), e o Conselho de Integração Universidade-Comunidade (CUC), além do Diretório Central dos Estudantes (DCE), o Sindicato dos Trabalhadores …

    A LGU contra as universidades: a ameaça é real e o desespero também Leia mais »

  • Aos 25 anos, a UEM FM resiste ao processo de desmonte
    Uma das principais emissoras de rádio universitária do Paraná e do Brasil, a UEM FM completou 25 anos neste sábado, 4 de dezembro. Não é pouca coisa. Estar operando com a qualidade de programação cultural e jornalística significa um ato de resistência a tudo que a rádio tem se deparado nesta trajetória. Nasceu sob a égide da bravura de alguns dirigentes da época, mas sempre teve dificuldade de toda ordem, especialmente financeira. Três fatores pesam para a continuidade do trabalho digno: a ausência de um espaço mais adequado (a UEM FM funciona desde o início na antiga garagem da Reitoria), …

    Aos 25 anos, a UEM FM resiste ao processo de desmonte Leia mais »

  • Criado grupo para investigar apoio de empresas à ditadura, incluindo a Folha
    Criado no Brasil um grupo de cerca de 50 pesquisadores para investigar e detalhar as ações de empresas públicas e privadas que teriam colaborado com a repressão e a violação de direitos humanos durante o regime militar de 1964 a 1985. O projeto se chama “A responsabilidade de empresas por violações de direitos durante a ditadura”. As atividades estão em andamento desde novembro e o projeto é desenvolvido pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), financiado a partir de uma indenização paga pela fabricante de automóveis Volkswagen, após investigações do Ministério Público Federal mostrarem que a empresa foi cúmplice da …

    Criado grupo para investigar apoio de empresas à ditadura, incluindo a Folha Leia mais »

  • 25 mil terão auxílio para o setor cultural após sanção de lei proposta por Michele Caputo
    Com a decisão da Assembleia Legislativa em aprovar projeto proposto pelo deputado Michele Caputo (PSDB), de ampliar o benefício, mais de 25 mil empresas de atividades ligadas à cultura e ao turismo afetadas pela pandemia estão aptas a receber o auxílio emergencial no Paraná, O montante equivale a R$ 12,9 milhões. Aprovado na semana passada, o projeto já foi sancionado pelo governador Ratinho Junior (PSD) e virou lei, a de º 20.818 de 2021. “Esta foi uma pauta que chegou até nós através da Frente Parlamentar do Coronavírus. Ouvimos os agentes culturais e representantes das duas áreas, abraçamos a causa …

    25 mil terão auxílio para o setor cultural após sanção de lei proposta por Michele Caputo Leia mais »

  • Doc estreia dia 14 e traz histórias como a CPI contra Silvio Barros nos anos 1970
    Você sabia que o ex-prefeito Silvio Barros enfrentou na década de 1970 uma CPI porque tentou utilizar recursos públicos para uma reforma na residência dele? Este e outros episódios fazem parte do documentário a ser lançado em 14 de dezembro. Silvio Magalhães Barros foi prefeito de Maringá de 1973 a 1977. Aviador e empresário, casado com Bárbara (na foto, gravando depoimento), é pai do também ex-prefeito Silvio Barros II e do ex-prefeito, atual líder do governo Bolsonaro na Câmara, deputado federal Ricardo Barros (PP). O filme conta ainda novidades sobre outros prefeitos, como João Paulino e Adriano Valente, além dos …

    Doc estreia dia 14 e traz histórias como a CPI contra Silvio Barros nos anos 1970 Leia mais »

  • Marilene Daibert ganha uma justa e merecida homenagem
    Fundadora do programa Amor-Exigente em Maringá, Marilene Daibert Araújo vai virar nome de um parque na avenida Joaquim Duarte Moleirinho. A Câmara Municipal aprovou em primeira discussão, nesta terça-feira (30), projeto de lei neste sentido apresentado pela vereadora Professora Ana Lúcia Rodrigues (PDT). Mulher à frente de seu tempo, a professora Marilene trouxe para a cidade e conduziu por mais de 25 anos a organização para oferecer ajuda aos familiares de pessoas vitimadas pelas drogas. Tive o prazer de ver o trabalho e conhecer Marilene, obstinada pela causa. Ela morreu de câncer aos 80 anos em dezembro de 2019. Deixou …

    Marilene Daibert ganha uma justa e merecida homenagem Leia mais »

  • Sem renovação local e duas mulheres eleitas para comandar OAB estaduais pela primeira vez
    De um lado os advogados de Maringá optaram por manter o grupo da situação no comando, elegendo Eder Fabrilo Rosa e Simone Meister, presidente e vice da subseção local da OAB (foto), pela chapa XI de Agosto. Eles tiveram 1.930 votos (56,22% dos válidos), de um total de 3.830 votantes. A chapa Algo Novo, de oposição, com Marco Alexandre de Souza Serra e Francielle Lopes Rocha, fez 1.503 votos (43,78% dos válidos). Foram 171 votos em branco e 226 votos nulos. Eram apenas duas concorrentes. Por outro lado, ocorreu também um fato curioso, especialmente nestes tempos de valorização e reconhecimento …

    Sem renovação local e duas mulheres eleitas para comandar OAB estaduais pela primeira vez Leia mais »

  • Congresso Lélia Gonzales, aberto ontem, é símbolo de resistência
    Aberto ontem, prossegue hoje (25), com várias discussões em grupos de trabalho, e amanhã (26), mediante palestras, o 1º Congresso Internacional Lélia Gonzalez, totalmente por via remota. Sob o tema “Educação, Movimentos e Esperanças”, o evento, organizado pelo Grupo de Pesquisa Lélia Gonzalez, tem o objetivo principal de debater questões ligadas aos movimentos sociais, direitos humanos, gênero, desigualdades sociais, violências, educação popular e teorias decoloniais do campo das ciências humanas e sociais. O ponto de partida para tais reflexões advém de análises de pesquisas e ações insurgentes e insubmissas de vozes dissidentes, sobretudo da América Latina e Caribe. Está sendo …

    Congresso Lélia Gonzales, aberto ontem, é símbolo de resistência Leia mais »

  • O Brasil e parte do mundo estão doentes
    Quando até a Interpol deixa de incluir nomes de bolsonaristas na lista de procurados, alguma coisa está realmente errada. Pedidos estes que foram feitos por autoridades brasileiras. E pior: informações de bastidores dão conta de que a organização passou a agir assim porque tem receio (leia-se medo) de perseguições políticas. A Interpol resiste em inserir por exemplo os nomes do caminhoneiro Marcos Gomes, o Zé Trovão, e o do blogueiro Allan dos Santos (foto). A entidade reúne representantes de policiais de cerca de 200 países. Só há uma conclusão: o Brasil e parte do mundo estão doentes. acometidos por uma …

    O Brasil e parte do mundo estão doentes Leia mais »

  • Viva o povo negro!
    Hoje, Dia Nacional Da Consciência Negra, é uma data para lembrar o herói Zumbi dos Palmares e enaltecer a luta do povo afro-brasileiro pela sua bravura no enfrentamento ao racismo estrutural. E pensar que a Câmara de Maringá chegou a aprovar, em 2009, o feriado da Consciência Negra, mas o prefeito da época, Silvio Barros II, foi contra, vetou, e, o mais incrível, os vereadores recuaram e acataram o veto.